Fonte: A revolução das bonecas.. Rio de Janeiro, Sabiá, 1967, pp. 190-193.

Ouça a crônica de José Carlos Oliveira na voz da pesquisadora Elizama Almeida.

1. Assediada pelo conquistador, a mulher sente uma vertigem comparável à dos habitantes de uma cidade cercada pelo inimigo. Porém o seu triunfo é a queda; a sua glória, a rendição. 

2. A mulher julga discernir nas flores uma mensagem agressiva. 

3. A mulher acredita no poder das palavras. 

Conclusão: O conquistador bombardeará sua vítima, ou futuro troféu, com toneladas de rosas e uma infinidade de ultimatos. 

O negro telefone é uma arma branca tremendamente eficaz. Principalmente quando usado na calada da noite, dando a entender que o guerreiro não repousará a não ser nos braços da cidadela. 

Um defeito físico, verdadeiro ou falso, é meio caminho andado. Uma incapacidade de vencer na vida — não importa igualmente se real ou simulada — vale por uma flecha lançada em pleno coração almejado. 

As cartas de amor obedecerão a um sistema de degraus, contendo ciladas gradualmente reveladas. A primeira mensagem é formal, com pequenos deslizes de sinceridade; a segunda repete em quase tudo a primeira; a terceira é uma confissão beneficiada pela camuflagem da dúvida: “Creio que estou começando a gostar de você”. Citações de poetas ilustres, no lugar daquilo que ele próprio gostaria de dizer, são interpretadas como delicadezas desnecessárias (e por isso mesmo valiosas). 

Considera-se falta de tato a declaração brutal de suas intenções, ainda que ótimas. O conquistador irá fechando círculo sobre círculo em torno da presa, para que esta se sinta constantemente próxima e ao mesmo tempo distante ― isto é, ameaçada, mas em segurança. Até o último instante, ela imaginará que tudo não passa de uma brincadeira inconsequente e que terá o uso de sua vontade em todas as circunstâncias. Neste ponto, considere-se que as mulheres são mais insensatas que o próprio Hitler. 

Segredinhos a dois fazem palpitar o coração feminino. Dê-lhe a impressão de que só ela sabe determinada coisa. Crie uma imagem negativa de outra mulher, gerando para a sua preferida, automaticamente, um contraste positivo. Elas gostam dos homens que sabem ser cruéis sem ser maledicentes. A crueldade para elas é tida por franqueza. Acentue essa impressão fazendo críticas irrelevantes a ela própria. Exemplo: “Esse vestido azul é realmente bonito, mas creio que o vermelho combina mais com você”. 

No momento crucial do assédio, uma palavra mal escolhida ou um gesto precipitado podem fazer desmoronar os sonhos do conquistador, e — ai de nós! — é psicologicamente impossível começar tudo outra vez. Por conseguinte, no momento crucial, o quase vencedor abandonará rapidamente o teatro de operações, pretextando doença, excesso de trabalho, viagem ou qualquer outra coisa. Cinco dias, nem mais nem menos, de silêncio total, para que ela sinta falta das flores e das cartas e dos telefonemas e dos passeios que fizeram juntos. Ela pensará que ele perdeu o interesse, que se interessou por outra ou então que simplesmente não é um homem que possa ser compreendido com facilidade. Cinco dias depois, O Enigmático regressará, com todas as armas anteriores e com seu prestígio bem alto. Seguem-se mais cinco dias de escaramuças tendentes a deixá-la confusa. É o mais belo momento nesta emocionante operação de guerra, pois o agressor ocupará a própria mente e o próprio coração da vítima sem que esta se dê conta disso. Ela se imaginará em situação de perdê-lo no caso de continuar resistindo, e se sentirá inclinada a ir ao encontro dele, trocando assim os papéis. Tranquilo, ao pé do telefone, O Inacessível aguardará o chamado, que tem valor de compromisso, rendição, vitória. 

“Ele é mais forte do que eu”. Esta conclusão a empolgará. Ela terá medo, doravante, de abusar dos fingimentos tipicamente femininos. Ao conquistador caberá então a atitude dos chefes. Simplesmente ordenará: “Estarei à sua espera em tal lugar, a tal hora. Você pode se atrasar 10 minutos no máximo”. Ela chegará com duas horas de atraso, ficando agradavelmente surpreendida com o fato de encontrá-lo no lugar combinado. 

Atenção para a idade da pessoa. Leia alguns artigos do Código Penal. Examine com clareza o seu coração, porque um passo à frente poderá liquidá-lo, em primeiro lugar, se a ama verdadeiramente (poderá perdê-la numa demonstração irrefletida, animal, de fome), e em segundo lugar, se não a ama verdadeiramente: ela já estará de tal modo embaraçada nos seus encantos e escaramuças, que tudo fará para não ser abandonada. 

Esclareça-se ainda que ninguém se dedica tanto tempo a uma conquista sem estar verdadeiramente enamorado. As aventuras vãs nascem ao acaso, sem ciência nem arte. Portanto, seu bobo, você que imaginava ser um caçador, não passava de uma atraente caça. Ela já o pegou. Case-se o mais depressa possível, pois duas coisas são aborrecidas quando demoram: o noivado e o ônibus.

jose-carlos-oliveira