RIO DE JANEIRO Estava lendo a reportagem sobre a briga de socos que aconteceu na Câmara, em Brasília, quando levei um choque. Ou tive um sobressalto ao ler os nomes do ex-marido e da ex-sogra da deputada que entrou na rixa. Se eu tivesse a graça de ser poeta, tinha acontecido comigo alguma coisa parecida com o que aconteceu com Manuel Bandeira.

Havia no tempo dele, na rua Larga, hoje avenida Marechal Floriano, um Hotel Península Fernandes. Toda vez que o poeta passava ali sentia um pequenino alvoroço. Alvoroço que era a asa da poesia. Manuel vivia intrigadíssimo. Por que um hotel se chama Península Fernandes? Uma tarde, Antônio Bandeira, primo do poeta, invocado com o estranho nome, subiu as escadas e foi falar com o proprietário.

O dono do hotel era um português terra-a-terra e sem nenhuma fumaça de literatura. Por que é que o seu hotel se chama Península Femandes? "Muito simples", respondeu o portuga. "F'rnandes porque é o meu nome. P'nínsula porque é bonito. " O nome, diz Bandeira, estava explicado. Mas a emoção poética, não. Atuava de maneira inapreendida. É assim que fatos corriqueiros da rua mexem com a sensibilidade de um poeta. O poeta está sempre a seu modo suscitando uma colisão de palavras.

Nelson Rodrigues ficou fascinado com o nome Varanda. Nome de família. E há também Varandas, no plural. Há vários na lista telefônica do Rio. Para o sufocante verão carioca, dizia o Nelson, não pode haver nome mais conveniente. É um nome ventilado. E traz a nostalgia das velhas casas. Dos sobrados brasileiros. De tudo que demolimos e de que temos saudade.

Agora, vejam: o ex-marido da deputada de Rondônia se chama Valfrido Oceano. Valfrido vem do alemão. Pode significar "o que protege". "O que governa." Então Valfrido Oceano é um protetor, ou governador do oceano. Mas Oceano por si só já me basta. E a ex-sogra da deputada – mãe de Valfrido – se chama Maria Oceano. De origem semítica, Maria significa "senhora". Não é fantástico?

Pirâmides, nome de família, se chama o brasileiro acusado nos Estados Unidos. Que as pirâmides do Egito o favoreçam. Imaginei os Varandas encontrando os Oceanos. Os Pirâmides presentes. D. Maria Oceano ofereceria uns pasteizinhos. O sr. Varanda tomaria um café. E a sra. Pirâmide diria que não anda bem do fígado. Em sociedade tudo se sabe.

otto-lara-resende
x
- +
Array
(
    [@header] => Array
        (
            [content_id] => 6224
            [slug] => colisao-poetica
            [image] => 
            [baseDate] => 1991-06-02
            [type_id] => CreativeWork
            [dateCreation] => 2018-07-12 13:36:07
            [creator] => 1
            [prop_name] => Colisão poética
            [prop_description] => 
            [prop_text] => 

RIO DE JANEIRO Estava lendo a reportagem sobre a briga de socos que aconteceu na Câmara, em Brasília, quando levei um choque. Ou tive um sobressalto ao ler os nomes do ex-marido e da ex-sogra da deputada que entrou na rixa. Se eu tivesse a graça de ser poeta, tinha acontecido comigo alguma coisa parecida com o que aconteceu com Manuel Bandeira.

Havia no tempo dele, na rua Larga, hoje avenida Marechal Floriano, um Hotel Península Fernandes. Toda vez que o poeta passava ali sentia um pequenino alvoroço. Alvoroço que era a asa da poesia. Manuel vivia intrigadíssimo. Por que um hotel se chama Península Fernandes? Uma tarde, Antônio Bandeira, primo do poeta, invocado com o estranho nome, subiu as escadas e foi falar com o proprietário.

O dono do hotel era um português terra-a-terra e sem nenhuma fumaça de literatura. Por que é que o seu hotel se chama Península Femandes? "Muito simples", respondeu o portuga. "F'rnandes porque é o meu nome. P'nínsula porque é bonito. " O nome, diz Bandeira, estava explicado. Mas a emoção poética, não. Atuava de maneira inapreendida. É assim que fatos corriqueiros da rua mexem com a sensibilidade de um poeta. O poeta está sempre a seu modo suscitando uma colisão de palavras.

Nelson Rodrigues ficou fascinado com o nome Varanda. Nome de família. E há também Varandas, no plural. Há vários na lista telefônica do Rio. Para o sufocante verão carioca, dizia o Nelson, não pode haver nome mais conveniente. É um nome ventilado. E traz a nostalgia das velhas casas. Dos sobrados brasileiros. De tudo que demolimos e de que temos saudade.

Agora, vejam: o ex-marido da deputada de Rondônia se chama Valfrido Oceano. Valfrido vem do alemão. Pode significar "o que protege". "O que governa." Então Valfrido Oceano é um protetor, ou governador do oceano. Mas Oceano por si só já me basta. E a ex-sogra da deputada – mãe de Valfrido – se chama Maria Oceano. De origem semítica, Maria significa "senhora". Não é fantástico?

Pirâmides, nome de família, se chama o brasileiro acusado nos Estados Unidos. Que as pirâmides do Egito o favoreçam. Imaginei os Varandas encontrando os Oceanos. Os Pirâmides presentes. D. Maria Oceano ofereceria uns pasteizinhos. O sr. Varanda tomaria um café. E a sra. Pirâmide diria que não anda bem do fígado. Em sociedade tudo se sabe.

[prop_publishingPrinciples] => [prop_sameAs] => [relations] => Array ( [ImageObject] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Organization] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Periodical] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Person] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Place] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Thing] => Array ( [contents] => 2 [relations] => 2 ) [DataCatalog] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) ) ) [dateBegin] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50797 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => dateBegin [label] => 1991-06-02 ) ) [datePublished] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50796 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => datePublished [label] => 2 jun. 1991 ) ) [name] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50795 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => name [label] => Colisão poética ) ) [text] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50803 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => text [label] =>

RIO DE JANEIRO Estava lendo a reportagem sobre a briga de socos que aconteceu na Câmara, em Brasília, quando levei um choque. Ou tive um sobressalto ao ler os nomes do ex-marido e da ex-sogra da deputada que entrou na rixa. Se eu tivesse a graça de ser poeta, tinha acontecido comigo alguma coisa parecida com o que aconteceu com Manuel Bandeira.

Havia no tempo dele, na rua Larga, hoje avenida Marechal Floriano, um Hotel Península Fernandes. Toda vez que o poeta passava ali sentia um pequenino alvoroço. Alvoroço que era a asa da poesia. Manuel vivia intrigadíssimo. Por que um hotel se chama Península Fernandes? Uma tarde, Antônio Bandeira, primo do poeta, invocado com o estranho nome, subiu as escadas e foi falar com o proprietário.

O dono do hotel era um português terra-a-terra e sem nenhuma fumaça de literatura. Por que é que o seu hotel se chama Península Femandes? "Muito simples", respondeu o portuga. "F'rnandes porque é o meu nome. P'nínsula porque é bonito. " O nome, diz Bandeira, estava explicado. Mas a emoção poética, não. Atuava de maneira inapreendida. É assim que fatos corriqueiros da rua mexem com a sensibilidade de um poeta. O poeta está sempre a seu modo suscitando uma colisão de palavras.

Nelson Rodrigues ficou fascinado com o nome Varanda. Nome de família. E há também Varandas, no plural. Há vários na lista telefônica do Rio. Para o sufocante verão carioca, dizia o Nelson, não pode haver nome mais conveniente. É um nome ventilado. E traz a nostalgia das velhas casas. Dos sobrados brasileiros. De tudo que demolimos e de que temos saudade.

Agora, vejam: o ex-marido da deputada de Rondônia se chama Valfrido Oceano. Valfrido vem do alemão. Pode significar "o que protege". "O que governa." Então Valfrido Oceano é um protetor, ou governador do oceano. Mas Oceano por si só já me basta. E a ex-sogra da deputada – mãe de Valfrido – se chama Maria Oceano. De origem semítica, Maria significa "senhora". Não é fantástico?

Pirâmides, nome de família, se chama o brasileiro acusado nos Estados Unidos. Que as pirâmides do Egito o favoreçam. Imaginei os Varandas encontrando os Oceanos. Os Pirâmides presentes. D. Maria Oceano ofereceria uns pasteizinhos. O sr. Varanda tomaria um café. E a sra. Pirâmide diria que não anda bem do fígado. Em sociedade tudo se sabe.

) ) [identifier] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50794 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => identifier [label] => 032013 ) ) [textSearch] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 50804 [content_id] => 6224 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => textSearch [label] => Estava lendo a reportagem sobre a briga de socos que aconteceu na Câmara, em Brasília, quando levei um choque. Ou tive um sobressalto ao ler os nomes do ex-marido e da ex-sogra da deputada que entrou na rixa. Se eu tivesse a graça de ser poeta, tinha acontecido comigo alguma coisa parecida com o que aconteceu com Manuel Bandeira. Havia no tempo dele, na rua Larga, hoje avenida Marechal Floriano, um Hotel Península Fernandes. Toda vez que o poeta passava ali sentia um pequenino alvoroço. Alvoroço que era a asa da poesia. Manuel vivia intrigadíssimo. Por que um hotel se chama Península Fernandes? Uma tarde, Antônio Bandeira, primo do poeta, invocado com o estranho nome, subiu as escadas e foi falar com o proprietário. O dono do hotel era um português terra-a-terra e sem nenhuma fumaça de literatura. Por que é que o seu hotel se chama Península Femandes? "Muito simples", respondeu o portuga. "F'rnandes porque é o meu nome. P'nínsula porque é bonito. " O nome, diz Bandeira, estava explicado. Mas a emoção poética, não. Atuava de maneira inapreendida. É assim que fatos corriqueiros da rua mexem com a sensibilidade de um poeta. O poeta está sempre a seu modo suscitando uma colisão de palavras. Nelson Rodrigues ficou fascinado com o nome Varanda. Nome de família. E há também Varandas, no plural. Há vários na lista telefônica do Rio. Para o sufocante verão carioca, dizia o Nelson, não pode haver nome mais conveniente. É um nome ventilado. E traz a nostalgia das velhas casas. Dos sobrados brasileiros. De tudo que demolimos e de que temos saudade. Agora, vejam: o ex-marido da deputada de Rondônia se chama Valfrido Oceano. Valfrido vem do alemão. Pode significar "o que protege". "O que governa." Então Valfrido Oceano é um protetor, ou governador do oceano. Mas Oceano por si só já me basta. E a ex-sogra da deputada – mãe de Valfrido – se chama Maria Oceano. De origem semítica, Maria significa "senhora". Não é fantástico? Pirâmides, nome de família, se chama o brasileiro acusado nos Estados Unidos. Que as pirâmides do Egito o favoreçam. Imaginei os Varandas encontrando os Oceanos. Os Pirâmides presentes. D. Maria Oceano ofereceria uns pasteizinhos. O sr. Varanda tomaria um café. E a sra. Pirâmide diria que não anda bem do fígado. Em sociedade tudo se sabe. ) ) [dateScheduled] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 67257 [content_id] => 6224 [type_id] => Date [language_id] => pt [property_id] => dateScheduled [label] => 2018-09-22 ) ) [author] => Array ( [Person] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21266 [content_id] => 5895 [property_id] => author [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Person [content_creator] => 1 [label] => Otto Lara Resende [name] => Otto Lara Resende [slug] => otto-lara-resende [image] => 2018-08-13/37b6218f6dbd84d15669d0c83d376d3a[800x800].jpg ) ) ) [relatedTo] => Array ( [Thing] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21268 [content_id] => 5873 [property_id] => relatedTo [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Thing [content_creator] => 1 [label] => Poesia [name] => Poesia [slug] => poesia [image] => ) [1] => Array ( [relation_id] => 21267 [content_id] => 5765 [property_id] => relatedTo [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Thing [content_creator] => 1 [label] => Costumes [name] => Costumes [slug] => costumes [image] => ) ) [ImageObject] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21269 [content_id] => 6225 [property_id] => relatedTo [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => 1 [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => ImageObject [content_creator] => 1 [contentUrl] => 2018-07-12/0fc2612901b142999c7089e74b234f56.jpg [width] => 2500 [height] => 2936 [label] => 032013.jpg [name] => 032013.jpg [slug] => 032013jpg [image] => 2018-07-12/6bc4500157db6135a962a96c71d2e5bb.jpg ) ) [DataCatalog] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 35995 [content_id] => 12370 [property_id] => relatedTo [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 12369 [direction] => 0 [type_id] => DataCatalog [content_creator] => 12369 [label] => Meus [name] => Meus [slug] => meus [image] => ) ) [Periodical] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21270 [content_id] => 5896 [property_id] => isPartOf [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Periodical [content_creator] => 1 [label] => Folha de S.Paulo [name] => Folha de S.Paulo [slug] => folha-de-spaulo [image] => ) ) ) [locationCreated] => Array ( [Place] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21265 [content_id] => 5894 [property_id] => locationCreated [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Place [content_creator] => 1 [label] => São Paulo - SP [name] => São Paulo - SP [slug] => sao-paulo-sp [image] => ) ) ) [sourceOrganization] => Array ( [Organization] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 21264 [content_id] => 5809 [property_id] => sourceOrganization [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Organization [content_creator] => 1 [label] => Instituto Moreira Salles [name] => Instituto Moreira Salles [slug] => instituto-moreira-salles [image] => ) ) ) )