A Casa Rollas anunciou, dois dias antes da recepção do novo presidente no Itamaraty, que já tinha alugado 400 casacas. É possível que, mais discretamente, esteja alugando também condecorações, pois o convite diz que se deve ir de casaca e condecorações.

Esse baile coincide ― o que entristece muita gente ― com o das atrizes, de sólida e alegre tradição. Será uma noite vibrante, meu velho, e chegou ao nosso conhecimento que um grupo de cavalheiros que vai ao Itamaraty resolveu comparecer, pela madrugada, ao Baile das Atrizes formando o “Bloco dos Casacas”. Isto quer dizer que irão ao Itamaraty fantasiados, a sério, em homens de casaca; e depois, numa inversão pirandeliana, que não inverte nada, irão ao outro baile como se as casacas fossem fantasias.

Entrementes, meu caro, o povo pobre enfrenta o Carnaval a sério, como sempre fez. Gastam, os assalariados, os salários de um mês nessa festa de três dias. Mas nem todo mundo vive de trabalhar, o que tanto se pode ver na alta como na baixa sociedade. Uma senhora que conheço estava procurando cozinheira quando lhe bateu à porta uma mulata bastante simpática, de ar inteligente e modesto. Combinou de começar a trabalhar no dia seguinte. Chegou cedo, fez um bom almoço e melhor jantar. Foi pena que não voltasse no outro dia. A senhora minha amiga ficou triste com isso. A mulata, provavelmente, anda bastante alegre e satisfeita por aí, pois, ao sair, teve o cuidado de levar todo o dinheiro que pôde ― o equivalente a dois meses de ordenado. Sofrendo de uma certa carência de senso de humor, a senhora foi à Polícia, onde o comissário lhe passou um pito irônico, perguntando:

― Então a senhora queria mesmo arranjar uma cozinheira na semana do Carnaval?

Uma outra conhecida, me conta que um ladrão lhe andou pela casa, levando um cestinho de joias. As joias eram de fantasia ― e com certeza, a esta hora já foram dadas de presente a alguma formosa baiana ou cigana.

Isso mostra que todos querem se divertir, o que não chega a ser condenável. Afinal, nem todos dispõem de casacas, ainda que alugadas, ou vestidos de baile, ainda que recondicionados. E não sei se você notou que este ano não se falou em Rei Momo ― o gordo personagem que todo ano aparece nos bailes. Não é preciso; há quem dirija a folia, e com experiência. E a folia vai começar no meio da semana...

rubem-braga
x
- +
Array
(
    [@header] => Array
        (
            [content_id] => 9703
            [slug] => a-um-amigo-em-paris
            [image] => 
            [baseDate] => 1951-02-02
            [type_id] => CreativeWork
            [dateCreation] => 2018-08-27 07:46:34
            [creator] => 1
            [prop_name] => A um amigo em Paris
            [prop_description] => 
            [prop_text] => 

A Casa Rollas anunciou, dois dias antes da recepção do novo presidente no Itamaraty, que já tinha alugado 400 casacas. É possível que, mais discretamente, esteja alugando também condecorações, pois o convite diz que se deve ir de casaca e condecorações.

Esse baile coincide ― o que entristece muita gente ― com o das atrizes, de sólida e alegre tradição. Será uma noite vibrante, meu velho, e chegou ao nosso conhecimento que um grupo de cavalheiros que vai ao Itamaraty resolveu comparecer, pela madrugada, ao Baile das Atrizes formando o “Bloco dos Casacas”. Isto quer dizer que irão ao Itamaraty fantasiados, a sério, em homens de casaca; e depois, numa inversão pirandeliana, que não inverte nada, irão ao outro baile como se as casacas fossem fantasias.

Entrementes, meu caro, o povo pobre enfrenta o Carnaval a sério, como sempre fez. Gastam, os assalariados, os salários de um mês nessa festa de três dias. Mas nem todo mundo vive de trabalhar, o que tanto se pode ver na alta como na baixa sociedade. Uma senhora que conheço estava procurando cozinheira quando lhe bateu à porta uma mulata bastante simpática, de ar inteligente e modesto. Combinou de começar a trabalhar no dia seguinte. Chegou cedo, fez um bom almoço e melhor jantar. Foi pena que não voltasse no outro dia. A senhora minha amiga ficou triste com isso. A mulata, provavelmente, anda bastante alegre e satisfeita por aí, pois, ao sair, teve o cuidado de levar todo o dinheiro que pôde ― o equivalente a dois meses de ordenado. Sofrendo de uma certa carência de senso de humor, a senhora foi à Polícia, onde o comissário lhe passou um pito irônico, perguntando:

― Então a senhora queria mesmo arranjar uma cozinheira na semana do Carnaval?

Uma outra conhecida, me conta que um ladrão lhe andou pela casa, levando um cestinho de joias. As joias eram de fantasia ― e com certeza, a esta hora já foram dadas de presente a alguma formosa baiana ou cigana.

Isso mostra que todos querem se divertir, o que não chega a ser condenável. Afinal, nem todos dispõem de casacas, ainda que alugadas, ou vestidos de baile, ainda que recondicionados. E não sei se você notou que este ano não se falou em Rei Momo ― o gordo personagem que todo ano aparece nos bailes. Não é preciso; há quem dirija a folia, e com experiência. E a folia vai começar no meio da semana...

[prop_publishingPrinciples] => [prop_sameAs] => http://rubi.casaruibarbosa.gov.br/handle/20.500.11997/2421 [relations] => Array ( [ImageObject] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [MediaObject] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Organization] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Periodical] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Person] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Place] => Array ( [contents] => 1 [relations] => 1 ) [Thing] => Array ( [contents] => 3 [relations] => 3 ) ) ) [dateBegin] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68326 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => dateBegin [label] => 1951-02-02 ) ) [datePublished] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68325 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => datePublished [label] => 1951-02-02 ) ) [name] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68324 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => name [label] => A um amigo em Paris ) ) [sameAs] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68328 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => sameAs [label] => http://rubi.casaruibarbosa.gov.br/handle/20.500.11997/2421 ) ) [text] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 84815 [content_id] => 9703 [type_id] => Text [language_id] => pt [property_id] => text [label] =>

A Casa Rollas anunciou, dois dias antes da recepção do novo presidente no Itamaraty, que já tinha alugado 400 casacas. É possível que, mais discretamente, esteja alugando também condecorações, pois o convite diz que se deve ir de casaca e condecorações.

Esse baile coincide ― o que entristece muita gente ― com o das atrizes, de sólida e alegre tradição. Será uma noite vibrante, meu velho, e chegou ao nosso conhecimento que um grupo de cavalheiros que vai ao Itamaraty resolveu comparecer, pela madrugada, ao Baile das Atrizes formando o “Bloco dos Casacas”. Isto quer dizer que irão ao Itamaraty fantasiados, a sério, em homens de casaca; e depois, numa inversão pirandeliana, que não inverte nada, irão ao outro baile como se as casacas fossem fantasias.

Entrementes, meu caro, o povo pobre enfrenta o Carnaval a sério, como sempre fez. Gastam, os assalariados, os salários de um mês nessa festa de três dias. Mas nem todo mundo vive de trabalhar, o que tanto se pode ver na alta como na baixa sociedade. Uma senhora que conheço estava procurando cozinheira quando lhe bateu à porta uma mulata bastante simpática, de ar inteligente e modesto. Combinou de começar a trabalhar no dia seguinte. Chegou cedo, fez um bom almoço e melhor jantar. Foi pena que não voltasse no outro dia. A senhora minha amiga ficou triste com isso. A mulata, provavelmente, anda bastante alegre e satisfeita por aí, pois, ao sair, teve o cuidado de levar todo o dinheiro que pôde ― o equivalente a dois meses de ordenado. Sofrendo de uma certa carência de senso de humor, a senhora foi à Polícia, onde o comissário lhe passou um pito irônico, perguntando:

― Então a senhora queria mesmo arranjar uma cozinheira na semana do Carnaval?

Uma outra conhecida, me conta que um ladrão lhe andou pela casa, levando um cestinho de joias. As joias eram de fantasia ― e com certeza, a esta hora já foram dadas de presente a alguma formosa baiana ou cigana.

Isso mostra que todos querem se divertir, o que não chega a ser condenável. Afinal, nem todos dispõem de casacas, ainda que alugadas, ou vestidos de baile, ainda que recondicionados. E não sei se você notou que este ano não se falou em Rei Momo ― o gordo personagem que todo ano aparece nos bailes. Não é preciso; há quem dirija a folia, e com experiência. E a folia vai começar no meio da semana...

) ) [identifier] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68327 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => identifier [label] => 20.500.11997/2421 ) ) [textSearch] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 68334 [content_id] => 9703 [type_id] => CreativeWork [language_id] => pt [property_id] => textSearch [label] => A UM AMIGO EM PARIS Rio, janeiro — A Casa Rollas anunciou, dois dias antes da recep­ ção do novo presidente r.o Itamara- ty, que já tinha alugado 400 casa­ cas. É possível que, mais discreta­ mente, esteja alugando também condecorações, pois o convite dia que se deve ir de casaca e conde­ corações. Êsse baile coincide — o que en­ tristece muita gente — com o das atrizes, de sólida e alegre tradição. Será uma noite vibrante, meu ve­ lho, e chegou ao nosso conhecimen­ to que um grupo de cavalheiros que vai ao Itamaraty resolveu compa­ recer. pela madrugada, ao Baile das Atrizes formando o “Bloco dos Ca­ sacas” . Isto quer dizer que irão ao Itamaraty fantasiados, a sério, em -homens de casaca; e depois, numa inversão pirandeliana, que não in­ verte nada. Irão ao outro baile co­ mo se as casacas fôssem fantasias. Entrementes, meu caro, o povo pobre enfrenta o Carnaval a sério, como sempre fêz. Gastam, os assa­ lariados. os salários de um mês nes­ sa festa de três dias. Mas nem todo mundo vive- de trabalhar, o que tanto se pqde ver na alta còmo na baixa sociedade. Uma senhora que conheço estava procurando cozinhei­ ra quando lhe bateu á porta uma mulata bastante simpática, de ar in­ teligente e modesto. Combinou de começar a trabalhar no dia seguin­ te. Chegou cedo, fêz um bom al- môço e melhor jantar. Foi pena que não voltasse no outro dia. A senho­ ra minha amiga ficou triste com isso. A mulata, provàvelmente. an da bastante alegre e satisfeita por ai. pois, ao sair, teve o cuidado de levar todo o dinheiro que pôde — o equivalente a dois meses de or­ denado. Sofrendo de uma certa ca­ rência de senso de humor, a senho­ ra foi i Polícia, onde o comissário lhe passou um pito irônico, pergun­ tando; — Então a senhora queria mes­ mo arranjar uma cozinheira na se­ mana do Carnaval? Uma outra conhecida me conta que um ladrão- lhe andou pela ca­ sa. levando um cestinho de joias. As joias eram de fantasia — e com certeza, a esta hora já foram dadas de presente a alguma formosa baia­ na ou cigana. Isso mostra que todos querem se divertir, o que não chega a ser con­ denável. Afinal, nem todos dispõem de casacas, ainda que alugadas, ou vestidos de baile, ainda que recon­ dicionados. E não sei se você notou que êste ano não se falou em Rei Momo — o gordo personagem que todo ano aparece nos bailes. Não é preciso; há quem dirija a folia, e com experiência. E a fblía vai começar no meio da semana... J $1 R. B. ) ) [dateScheduled] => Array ( [0] => Array ( [properties_id] => 84905 [content_id] => 9703 [type_id] => Date [language_id] => pt [property_id] => dateScheduled [label] => 2020-02-22 ) ) [author] => Array ( [Person] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 29779 [content_id] => 9624 [property_id] => author [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Person [content_creator] => 1 [label] => Rubem Braga [name] => Rubem Braga [slug] => rubem-braga [image] => 2018-08-13/e845f591d3690d38c53e4c8fab1ae0da[800x800].jpg ) ) ) [relatedTo] => Array ( [Thing] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 38439 [content_id] => 5699 [property_id] => [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 9458 [direction] => 0 [type_id] => Thing [content_creator] => 1 [label] => Alegria [name] => Alegria [slug] => alegria [image] => ) [1] => Array ( [relation_id] => 38438 [content_id] => 5765 [property_id] => [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 9458 [direction] => 0 [type_id] => Thing [content_creator] => 1 [label] => Costumes [name] => Costumes [slug] => costumes [image] => ) [2] => Array ( [relation_id] => 38437 [content_id] => 5882 [property_id] => [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 9458 [direction] => 0 [type_id] => Thing [content_creator] => 1 [label] => Carnaval [name] => Carnaval [slug] => carnaval [image] => ) ) [ImageObject] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 29782 [content_id] => 9704 [property_id] => relatedTo [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => ImageObject [content_creator] => 1 [contentUrl] => 2018-08-27/9791907bc1ac4eccb63656ea1a19d1ef.jpeg [width] => 1665 [height] => 2234 [label] => Correio da Manhã - DE - 19501951-01.jpeg [name] => Correio da Manhã - DE - 19501951-01.jpeg [slug] => correio-da-manha-de-19501951-01jpeg [image] => 2018-08-27/8a902226831252acb6736299cb1a8f51.jpeg ) ) [Periodical] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 29780 [content_id] => 5 [property_id] => isPartOf [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Periodical [content_creator] => 1 [label] => Correio da Manhã [name] => Correio da Manhã [slug] => correio-da-manha [image] => ) ) ) [locationCreated] => Array ( [Place] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 35269 [content_id] => 5817 [property_id] => locationCreated [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Place [content_creator] => 1 [label] => Rio de Janeiro - RJ [name] => Rio de Janeiro - RJ [slug] => rio-de-janeiro-rj [image] => ) ) ) [sourceOrganization] => Array ( [Organization] => Array ( [0] => Array ( [relation_id] => 29778 [content_id] => 9623 [property_id] => sourceOrganization [inpoint] => [outpoint] => [position] => [order] => [creator] => 1 [direction] => 0 [type_id] => Organization [content_creator] => 1 [label] => Fundação Casa de Rui Barbosa [name] => Fundação Casa de Rui Barbosa [slug] => fundacao-casa-de-rui-barbosa [image] => ) ) ) )